Estresse causa queda de cabelo?

Estresse causa queda de cabelo?

Quem nunca enfrentou uma situação difícil no dia a dia: o chefe que não dá tréguas no trabalho, provas e mais provas na faculdade, trânsito engarrafado e barulhento, ou ainda o blá, blá, blá financeiro em casa? Essas são situações comuns que podem nos estressar e trazer consequências à saúde. E uma dúvida muito comum em algumas pessoas é se o estresse causa queda de cabelo. Será verdade? Descubra!

De acordo com especialistas, é normal a perda de 50 a 100 fios de cabelos em um dia. E os novos crescem para ocupar o lugar daqueles que caíram. Mas o estresse pode sim ocasionar um desequilíbrio. Vamos entender como nosso corpo reage a esse tipo de situação?

Com a ocorrência do estresse, nosso organismo se fragiliza em vários segmentos e um deles é o sistema circulatório periférico, o que causa a não fixação dos fios de cabelo ou de pelos, levando-os a queda precoce.

O estresse causa sim queda de cabelo e pode ainda provocar o surgimento de caspa ao aumentar a oleosidade capilar. Não importa a razão, é importante descobrir o motivo que tem te causado tal irritação e combater para melhorar a sua qualidade de vida.

Se você está percebendo que o estresse causa queda de cabelo e isso vem te atormentando, fique tranquila. Vamos te ensinar a neutralizar esse problema. Aproveite para ver também:

Estresse causa queda de cabelo?

Como o estresse causa queda de cabelo?

Existem diversos tipos de queda de cabelo que podem ser provocados pelo desequilíbrio emocional. Esse estresse pode ser causado por dificuldades no relacionamento, no trabalho ou em outras relações humanas e por excesso de cobrança. Entenda os principais problemas que ele pode provocar:

Alopecia Areata – é uma doença inflamatória que causa a queda dos cabelos, os fios caem em falhas circulares. Em alguns casos, pode haver a perda de todo o cabelo e, em casos raros, de todos os pelos do corpo. Pode ser causada ou agravada por estresse emocional, traumas físicos e quadros infecciosos. No entanto, não é contagiosa.

E, mesmo que aconteça a perda total dos cabelos e pelos, os folículos pilosos ficam apenas inativos devido à inflamação. Tratando a causa, os cabelos e pelos voltam a crescer normalmente.

Eflúvio Telógeno – essa é a queda de cabelo súbita e difusa que ocorre depois de uma situação de extremo estresse psicológico. Os folículos capilares entram inesperadamente na fase de repouso e, após alguns meses, surge uma grande queda de cabelo.

Depois que a causa é tratada, os cabelos voltam a crescer normalmente.

Tricotilomania – este tipo de queda de cabelo é auto-induzida, quando a própria pessoa puxa e arranca os fios e pelos do corpo. Afeta 50% mais o sexo feminino e os portadores dessa doença sentem uma tensão crescente antes de puxar os fios, seguida por uma sensação de alívio e prazer após a retirada dos cabelos e pelos.

Para pessoas diagnosticadas com esse problema, o melhor tratamento será recomendado exclusivamente por um médico.

Estresse causa queda de cabelo?

É possível prevenir o estresse e a queda de cabelo?

O primeiro passo é tentar diminuir o estresse físico ou emocional. Tente sair da rotina, faça mudanças nos hábitos diários e/ou busque novas experiências. Mas como fazer isso?

Cuide do seu sono – procure dormir 8 horas por noite, evite estímulos antes de deitar (celular, tv, notebook, discussões, tomar café). Se não consegue entrar no sono profundo, que tal fazer uma reorganização nos móveis do quarto?

Alimentação saudável – evite alimentos processados, com muita açúcar ou com gorduras trans. Coma mais frutas, verduras e legumes. Vitaminas e minerais ajudam no crescimento dos cabelos, além do fortalecimento do sistema imunológico. Consuma mais vitaminas A, B, C e E, zinco, selênio, magnésio e ômega 3.

Faça exercícios físicos regularmente – o corpo libera endorfinas quando fazemos exercícios, o que traz uma sensação de relaxamento. Yoga e meditação também são recomendadas para combater o estresse. Controlar sua mente é essencial para superar esse problema.

Busque um terapeuta – um profissional poderá ajudá-lo a suportar e a modificar a maneira de encarar as dificuldades causadoras do estresse. Ao identificar a causa do problema, ele poderá recomendar alternativas para superá-los e neutralizar os sintomas.

Alimentos que ajudam a reduzir a queda de cabelo

Além das dicas acima, se você descobriu que o estresse causa queda de cabelo, mudar o comportamento e ter uma alimentação mais balanceada são os segredos para recuperar a saúde capilar.

Para que os seus fios voltem a crescer belos e resistentes, adicione os alimentos abaixo a sua rotina:

  • cenoura
  • espinafre
  • aveia
  • frutos do mar
  • leite e derivados
  • laranja
  • morango
  • agrião

Não só o estresse causa queda de cabelo, mas também o excesso de bebida alcoólica e açúcar, a redução de colágeno no organismo e a falta de hidratação do corpo.

Ao combater os vilões, você estará ajudando a melhorar a sua saúde capilar.

Aqui você pode entender como o estresse causa queda de cabelo e algumas formas de combater este problema. Já apresentamos algumas dicas de como acabar com a flacidez na barriga e também explicamos o que o colágeno faz no corpo.

Estamos sempre preparando conteúdos inéditos para te ajudar a fortalecer as unhas, qual o melhor colágeno para comprar ou mesmo quais são os alimentos que engordam.

Se você acha que este artigo que explica como que o estresse causa queda de cabelo é útil para algum conhecido, compartilhe agora nas redes sociais

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados